Business

You are currently browsing the posts from jpereira.eu matching the category Business.

Valor estratégico e Open Source

E um bom Natal!

Surgiu-me a ideia de escrever a minha opinião sobre valor estratégico e software de código aberto, ou Open Source Software (OSS), enquanto lia as primeiras páginas de “CIO Best Practices: Enabling Strategic Value with Information Technology (Wiley Best Practices)“. A minha opinião é sobre de que forma as empresas podem concretizar os seus objectivos de negócio se tiverem o OSS do lado delas.

Então vejam qual é a minha opinião.

(more…)

Written by j.pereira on December 24th, 2007 with no comments.
Read more posts on Blogging and Open Source and Business.

Mudança, TI e negócio

A mudança está hoje indiscutivelmente associada ao mercado global onde nos encontramos e assim estará mais mais no futuro. Estar na liderança significa estar atento aos riscos e oportunidades que essas mudanças trazem. Aproveitar as oportunidades, combater os riscos e manter a visão é a fórmula para o sucesso. No entanto, estas mudanças significam alterações na forma como as empresas fazem negócio e inevitavelmente alterações estruturais dentro da empresa.

Inegavelmente, as TI (Tecnologias de Informação) hoje são um elemento indissociável às operações da empresa, por isso as TI terão de acompanhar essa alterações e evoluir de modo a criar e melhorar as capacidades operacionais necessárias para os objectivos da empresa, cada vez mais mutáveis.

Infelizmente muitas empresas ignoram esta associação e tendem a esquecer as TI por completo, resultando num erro que as levam a não conseguir agarrar as oportunidades e falhar os seus objectivos.

Para lutar neste mercado agressivo é imperativo investir em estratégias de TI iterativas que são ajustadas com frequência suficiente para manterem as capacidades operacionais da empresa de acordo com os objectivos de negócio. Apenas assim será conquistada e perpetuada a liderança.

Infelizmente em Portugal, muitas PME, e mesmo grandes empresas, não tem a mesma visão relativamente às TI. Conheço casos em que são contratados “responsáveis pela informática” que o único papel é fazer manutenção de sistemas. Um computador avaria, uma impressora que não imprime, um sistema operativo que está lento, etc etc. São estas as tarefas rotineiras e quase desprezáveis dos “responsáveis pela informática“. O problema é que a empresa não consegue perceber que esses “responsáveis pela informática” são, muitas vezes, ignorantes no que diz respeito ao negócio da empresa e que essas pessoas apenas estão a trazer prejuízo à empresa.
Pergunte ainda hoje ao seu “responsável pela informática” o que deve se feito para atingir o objectivo de negócio X. Pergunte-lhe de que forma ele está a contribuir para a visão da empresa. Peça-lhe para quantificar o retorno do seu ultimo investimento em sistemas de informação. Pergunte-lhe quais são as estratégias dele para os próximo três meses e de que forma essas estratégias estão alinhadas com os objectivos de negócio. Pergunte-lhe, ainda, que capacidades operacionais são necessárias para a empresa atingir os objectivos, e quais os sistemas de informação estão projectados para conseguir essas capacidades operacionais. Existem tantas perguntas que poucos “responsáveis pela informática” conseguem responder simplesmente porque eles não entendem o negócio e, mais grave, não entendem o papel deles.

Não contrate “responsáveis pela informática“. Devem ser criadas estruturas de gestão dentro da empresa e criar o papel de CIO. Um CIO deve entender o negócio da empresa tão bem como o responsável máximo da empresa. Deve conhecer o panorama do mercado, incluindo concorrência, oportunidades, riscos, factores geográficos, sociais, económicos e políticos que influenciam o negócio, fornecedores e clientes, etc. etc. Peça-lhe para criar estratégias e executar planos para melhorar as capacidade operacionais e consequentemente ajudar a atingir os objectivos da empresa. Dê-lhe autonomia e condições para colocar a empresa na liderança.

As TI transformam industrias e mercados. Tenha as TI do seu lado e não contra si.

Written by j.pereira on December 21st, 2007 with 1 comment.
Read more posts on Business and Technology.

Why CIOs don’t care about Open Source

Uma bela discussão para ler
http://advice.cio.com/why-cios-dont-care-about-open-source

Written by j.pereira on November 21st, 2007 with no comments.
Read more posts on Open Source and Business.

googol de ideias

Ontem instalei o Google Desktop, só para me indexar uns ficheiros que tenho por aqui. Já não me lembro que versão instalei antes desta última!!!! Mas esta agora…. Mais uma conquista no mercado dos sistemas operativos?

Interessou-me a questão técnica da coisa. As minhas futuras soluções terão uns gadgets também assim tão bonitos para o google desktop. Nem que tenha de contratar um geek da google :) :)


Não seria tão “usable” (como dizem os gajos da Usability ou usabilidade em português J:) ) eu interagir com todas as tools que utilizo para trabalhar (e olhem que são mesmo muitas) directamente do meu desktop? Ou de outro qualquer desktop por esse mundo fora, porque não?

Fica a idea para os próximos user interfaces

Written by j.pereira on November 20th, 2007 with no comments.
Read more posts on Blogging and WEB 2.0 and Open Source and Software development and Business.

Don’t take the wrong path…

It’s a pleasant reading.

The link was sent to me by a co-worker (André, where is your blog?) and is one of the must-read articles from the great author Paul Graham. It can be an extensive article, though, but I do agree with all of the 18 mistakes he is pointing out. He has a lot of articles and each deserve the time you spend reading them.

His book, Hackers and Painters, it’s a nice book to read also. Take a look.

Written by j.pereira on January 16th, 2007 with no comments.
Read more posts on Business.

Nem de propósito…

Não é que acabo de escrever o meu último post e deparo-me com esta notícia no meu Feed Aggregator?!

Nem de propósito…

Written by j.pereira on January 3rd, 2007 with no comments.
Read more posts on Open Source and Business.

Europa, capital mundial do Open Source

Já aqui tinha feito notar esta notícia, mas uma vez que estou a ser bombardeado pela mesma no meu Feed Aggregator, tenho de, aqui, a comentar novamente.

Para toda a comunidade de Open Source esta é uma notícia que não se cansam de ler, mas de qualquer das formas vou voltar a falar nela.

Do meu ponto de vista, o Open Source está a ter uma visibilidade inquestionável na Europa. Talvez porque o meu Feed Agrregator não pára de me dar deste tipo de notícias? Ora, mas sem me querer alongar muito, a notícia, de que vos escrevo, é sobre a iniciativa, que partiu dos administradores públicos de Amesterdão, em testar software Open Source de modo a poder avaliar a sua introdução em alguns departamentos públicos.

As justificações para se desviarem mais da Micro$oft, e dos seus contratos milionários, são aquelas que se têm vindo a falar já há muito tempo na comunidade OS. Os contratos milionários que a Microsoft tem com a função publica está, finalmente, a ser alvo de questões, fundamentais, por parte dos governos Europeus que estão, como se espera, de olho numa economia mais saudável para os seus países.

Não apenas em Amesterdão esta iniciativa está a decorrer. A iniciativa está também a ser acompanhada por outras cidades europeias como Viena (Áustria), Eindhoven, Groningen, Hague, Munich e Paris. Dou os meus parabéns aos administradores públicos portugueses por poder incluir, aqui, também o nome de Lisboa, com a iniciativa a partir do ministério da justiça.

Estas notícias só vêm confirmar algumas tendências para 2007 como sendo o ano de viragem para o Open Source.

Será que vai ser durante 2007 que soluções baseadas em Open Source vão ser vistas como uma alternativa real, financeiramente atractiva e madura, às soluções tradicionais em TIC?

Written by j.pereira on January 3rd, 2007 with 1 comment.
Read more posts on Open Source and Business.

Mas o que é o ROI?

Afinal o que é o ROI

Por cada euro que gastas, quantos euros recebes de volta?

Hoje o meu contributo para o meu blog é em português. O que vos quero falar hoje é sobre uma ferramenta muito falada, mas por muitas vezes não aplicada, ou não aplicada correctamente. Essa ferramenta sobre a qual vos quero falar é o ROI - do inglês Return Of Investment - ou em Português: Retorno do Investimento.

Antes de iniciar quero apenas relembrar que este artigo descreve apenas o meu simples conceito de ROI, podendo conter alguns erros. :)

Geralmente o ROI é utilizado em projectos relacionados com TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação), mas poderá ser eventualmente aplicado a outras áreas. Neste artigo, utilizarei a área de TIC, como demonstração do meu conceito de ROI.

O ROI é uma ferramenta que serve, basicamente, para analisar os benefícios esperados de um projecto, comparando-os, com o custo em implementar o mesmo projecto. O ROI, simplesmente, serve para calcular o retorno de um dado investimento no final de um determinado período de tempo.
(more…)

Written by j.pereira on January 3rd, 2007 with 1 comment.
Read more posts on Personal and Business.

My 2006 last post

Before going to the party, I just want to wish a good 2007 for the Open Source software and Open Source business.

I’ve reading a lot of about (here is an example) the trends regarding open source and all bloggers believes, as do I, that 2007 will be a big year for Open Source in general.

It will be thrill quest on desktop Open Source, however.

Computer assemblers, soon or later (if they haven’t already) will realize the benefits of deploying *nix based OS. Look at Mac and its Mac OS!!

Written by j.pereira on December 30th, 2006 with no comments.
Read more posts on Open Source and Business.

I’m so naive…

Recently I found in a newspaper an announcement regarding an Idea contest to raise funds for Startups.

I did have my shot on the contest. But guess on what? I gone with an idea for a startup offering Open Source professional support and training. So far, so good - though 70% of CEOs in Portugal does not know what Open Source is.

My stupid naiveness is that the contest was sponsored by Microsoft, so my chances to get a spot in the podium were immediately nail down to 0%.

Hey dude, Microsoft and Open Source are incompatible, though their efforts to get into OS community.

Written by j.pereira on December 27th, 2006 with no comments.
Read more posts on Personal and Business.

« Older articles

Newer articles »

 

Last news canada pharmacy <}`" buy prestiq a large product list. Order your medicine online by online pharmacy on phone or online order. How To Order Product Search FAQ Contact Us Login Page Purchased. Mail order shipping to USA from pharmacy online . Storage of products takes place only under appropriate conditions, we are responsible for integrity of packaging and proper transportation. Looking for where to buy drugs online? Canadian pharmacy >$@ medicines company helps to find on one page all the information about your medicine : the name of the analogues, method of production, of prices.